Imagem Feminina: Estilo e Acessórios

Parece não sujeito a controvérsia o conceito de que o estilo é algo intrínseco à personalidade e, portanto, não um produto que se adquira ou se copie… No entanto, pode (e deve!) sempre ser cultivado e aperfeiçoado ao longo da vida.

Algumas dicas:

  • Seguir cegamente as tendências da moda não é um indicador de estilo, muito pelo contrário.
  • A beleza, a magreza, a juventude, não são, para grande pena dos bonitos, dos magros e dos jovens, sinónimo de estilo.
  • A preocupação com a imagem em qualquer situação, desde que não excessiva, é uma característica daqueles a quem normalmente identificamos como “pessoas com estilo”.
  • Quando o orçamento não é ilimitado, deverá ser dada preferência a compras de modelos clássicos, peças de “cashmere”, blusas de seda, algodões de boa qualidade, sapatos e carteiras de couro: o investimento será compensado pela durabilidade.
  • Adquira e use o tamanho certo.
  • Preserve as roupas e acessórios em perfeito estado de limpeza e conservação.
  • Mantenha o roupeiro totalmente arrumado e descobrirá múltiplas novas combinações.
  • O calçado é um dos elementos mais determinantes numa imagem com estilo.
  • Exibir acintosamente os logos das marcas é um comportamento denotador de falta de classe.
  • As roupas desportivas devem ser reservadas para isso mesmo: praticar desporto.
  • Equilibre os factores estação do ano+hora do dia+natureza do evento+local com modelo+cor+acessórios: só para evitar usar chapéu preto num casamento ou saltos agulha numa viagem de avião.
  • Personalize o seu “little black dress”.

 

Quanto aos acessórios detêm um papel tremendamente importante na construção de uma imagem feminina de sucesso (seja em contexto social ou profissional). Acresce que, em tempos de orçamentos reduzidos, os acessórios podem fazer toda a diferença… E, neste aspecto, a imaginação e a criatividade são fundamentais! Se no seu roupeiro existem dezenas de pares de sapatos mas, simplesmente, não tem com que os combinar, algo está errado no planeamento das suas compras. Então, apresento uma lista de acessórios que considero básicos (para um estilo clássico, privilegiando a imagem profissional), a ser tida em conta pelas mulheres que pretendam transmitir uma imagem de credibilidade associada a bom gosto:

 

  • Pérolas: um colar de uma volta, um colar de duas voltas curto, uns brincos (que combinem com ambos).
  • Ouro e/ou prata: um anel (com ou sem pedras), uma gargantilha ou fio, um par de brincos, uma pulseira, um alfinete de peito (todas estas peças, preferencialmente, em modelos que possam ser combinados entre si e usados quer durante o dia quer à noite).
  • Bijutaria: em função do guarda-roupa e do estilo pessoal.
  • Relógio: um clássico (de bracelete em metal ou pele, consoante o gosto) e um desportivo/informal.
  • Sapatos e carteiras: um par de sapatos pretos, um par de sapatos “nude” e carteiras nas mesmas cores, um par de “mocassim” em cor neutra, umas sabrinas de boa qualidade, uns sapatos de “toilete” de salto alto e uma carteira para uso à noite. Recorde-se que, actualmente, já não é necessário usar sapatos e carteiras a combinar, muito pelo contrário.
  • Cintos: em pele, nas cores básicas (preto, castanho, azul, bege) e um em metal (prateado ou dourado, consoante o gosto).
  • Lenços: múltiplos lenços, “écharpes” e “pasheminas” de diversas cores e padrões. São fundamentais para compor qualquer “look” e muito úteis em viagens.
  • Óculos de sol: um par de boa qualidade e intemporal, escolhido de acordo com tom de pele, formato do rosto e cor de cabelo.
  • Um par de luvas de pele.

 

Imprima confiança no seu estilo pessoal: jamais se sentirá bem na sua roupa se não se sentir bem na sua pele!

Cristina  Fernandes