A regra da direita, em Cerimonial e Protocolo

A regra da direita é norma de ouro do Cerimonial e do Protocolo nacional e internacional. Determina, por exemplo, que na colocação de duas pessoas ou de dois símbolos o mais importante, do ponto de vista protocolar, se localiza à direita (ou seja, à esquerda de quem olhar de frente). Exemplificando, aquando da colocação de duas bandeiras, em território nacional, a Bandeira Portuguesa localiza-se à direita.

Esta regra tem uma origem antiquíssima (a grande maioria das pessoas são destras e a direita simboliza a força) que se perde nos tempos e, conforme referido acima, é válida internacionalmente, o que facilita muito a sua aplicação e consequente compreensão. Repare-se que quando o anfitrião dá a direita ao seu convidado está, através de uma mensagem transmitida não verbalmente, a conceder-lhe uma honra.

Cristina Fernandes